28/12/2013 23:00

Justiça Trabalhista cria fórum na Zona Leste

Unidade recém-inaugurada descentraliza o atendimento a trabalhadores e representantes de empresas

A Justiça do Trabalho de São Paulo ganhou mais um endereço. O Fórum Trabalhista da Zona Leste foi inaugurado na Penha, com a finalidade de descentralizar o atendimento judicial.

O local abriga 14 novas varas trabalhistas, todas funcionando com o PJE-JT (Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho), formato de tramitação das ações mais rápido que o modelo tradicional, que possibilita o acesso às informações processuais 24 horas por dia de qualquer lugar, pela internet.

De acordo com informações do site do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2 Região (São Paulo), o novo fórum vai facilitar a vida de trabalhadores e representantes de empresas da Zona Leste paulistana, que não precisarão mais se deslocar até o Fórum Ruy Barbosa, localizado na Rua da Consolação, na região central da cidade. O fórum da Penha fica na Avenida Amador Bueno da Veiga, 1.888.

A Zona Leste é a primeira região da cidade a ser contemplada com o processo de descentralização do Judiciário Trabalhista da capital. Outras áreas da cidade também devem receber outras novas unidades.

A inauguração da nova sede contou com a participação das desembargadoras Maria Doralice Novaes, presidente do TRT, e Silvia Regina Galvão Pondé Devonald, vice-presidente administrativa do tribunal. O ex-ministro Almir Pazzianotto Pinto também esteve na cerimônia.

Ele falou da importância da descentralização da Justiça Trabalhista e citou como exemplo a criação do TRT da 15 Região, que abarca as cidades do interior de São Paulo, com exceção de alguns municípios vizinhos da capital e do Litoral Sul, que pertencem à 2 Região.

Segundo Pazzianotto, mesmo sob protestos na época, está mais do que provado que a descentralização trouxe inúmeros benefícios aos referidos tribunais e às cidades. Ele mencionou ainda que havia no país, anteriormente, apenas oito Tribunais Regionais Trabalhistas. Hoje, são 24 TRTs.

O advogado Márcio Gonçalves, presidente da subseção Penha de França da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), destacou a ousadia do corpo diretivo do TRT com a decisão da descentralização e argumentou sobre as dificuldades que seus colegas passavam, quando se dirigiam ao lotado Fórum Ruy Barbosa, com as saturadas opções de transporte da Zona Leste.

Compartilhe: