Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Auxílio para caminhoneiros começa a ser pago dia 9 de agosto; saiba quem tem direito

Valor da parcela é de R$ 1.000 por mês

São José dos Campos-SP, 3 de agosto de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O governo federal anunciou que, a partir do dia 9 de agosto, próxima terça-feira, começa a pagar o auxílio para os caminhoneiros. Assim, começa a colocar em prática a lei que foi aprovada no Congresso Nacional no mês passado.

Agora, os caminheiros terão seis cotas de R$ 1.000, até o final do ano, quando termina o estado de emergência aprovado em lei. No entanto, as cotas já valem para julho e, assim, os motoristas vão receber R$ 2.000 agora e mais R$ 1.000 em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Então, serão R$ 6.000 de auxílio para cada motorista de caminhão durante este segundo semestre, após a aprovação da chamada PEC dos Benefícios. E o Diariosp vai falar um pouco mais sobre o assunto.

Inicialmente, os outros pagamentos estão previstos para o dia 24 de setembro, 22 de outubro, 26 de novembro e, também, no dia 17 de dezembro. Assim, encerra o auxílio aos transportadores no final do ano.

Saiba quem pode receber

No entanto, esse auxílio caminhoneiro não vale para todos os motoristas. Isso porque apenas um determinado grupo faz parte da lei aprovada pelo governo. Desta maneira, apenas os caminhoneiros autônomos terão esse direito.

Além disso, é necessário estar com o CPF (Cadastro de Pessoa Física) regularizado, assim como toda a documentação do caminhão. Um dos motivos da lei do auxílio aos caminhoneiros foi o aumento do preço do diesel.

Auxílio para caminhoneiros começa a ser pago dia 9 de agosto; saiba quem tem direito. Foto: Canva
Auxílio para caminhoneiros começa a ser pago dia 9 de agosto; saiba quem tem direito. Foto: Canva

 

Outra regra determinante para o caminhoneiro receber o auxílio é ter o cadastro válido no RNTR-C (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas) devidamente regularizado. E isso tem que ser com data até o último dia 22 de maio.

Isso porque impacta principalmente naqueles transportadores que pagam o combustível do próprio bolso. E, como a tarifa do frete também está baixa, esse auxílio emergencial para a categoria tem o objetivo de minimizar essas perdas.

Segundo o MTP (Ministério do Trabalho e Previdência), o limite total disponibilizado para a categoria até o final do ano foi de R$ 5,4 bilhões. Assim, há ainda a possibilidade de que nem todos os motoristas que teriam direito venham a receber esse valor de R$ 1.000 por mês

Pacotão do governo

Atualmente, o benefício aos caminhoneiros é apenas um dos diversos itens aprovados durante a PEC dos Benefícios. Isso porque, entre outras coisas, ainda tem o auxílio taxista, auxílio para gás de cozinha e o aumento do valor do Auxílio Brasil. Isso porque a transferência de renda sai dos R$ 400 e vai para R$ 600, também até o final do ano.

Consequentemente, o auxílio aos caminhoneiros e demais itens do pacote vão ter um impacto de R$ 42 bilhões no orçamento do governo federal até o final deste ano. Para o ano que vem, não existe previsão de repetir esses valores para os grupos que agora são beneficiados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais