Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Cadastro Único (CadÚnico): entenda o que é e para serve este cadastro

Saiba como conseguir acesso aos programas sociais do Brasil

Belo Horizonte, sexta-feira, 5 de agosto de 2022, por Edmar Oliveira – Em meio a crise econômica por que passa o Brasil, muitas famílias têm recorrido aos auxílios governamentais. Para isso, é essencial que o Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal esteja sempre atualizado.

No entanto, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre o CadÚnico, seu objetivo, como fazer ou atualizar os dados, entre outras questões. Portanto, o blogue Diário SP apresenta algumas informações e dicas sobre este importante recurso.

O que é o CadÚnico?

O Cadastro Único para Programas Sociais, ou CadÚnico, é uma ferramenta de registro das famílias carentes do Brasil. Desse modo, estão cadastrados pessoas e grupos familiares que estão habilitadas a fazer parte dos vários programas sociais do Governo Federal.

As informações obtidas pelo cadastro e suas atualizações são essenciais para que as autoridades públicas possam formular ações públicas de qualidade. Portanto, não apenas os órgãos federais utilizam esses dados como base, mas também os poderes estaduais e municipais.

Como se inscrever e atualizar os dados?

Primeiramente, é preciso estar na faixa de renda previsto, ou seja, famílias que possuem renda de até três salários mínimos de renda total ou até meio salário mínimo por pessoa.

Em segundo lugar, um dos membros da família deve ser o responsável, que irá preencher o cadastro. Dessa maneira, é preciso ser maior de 16 anos, morar na residência familiar e possui o CPF (cadastro Pessoa Física) ou Título de Eleitor. A preferência é dada para as mulheres.

Cadastro Único (CadÚnico): entenda o que é e para serve este cadastro - Reprodução Canva
Cadastro Único (CadÚnico): entenda o que é e para serve este cadastro – Reprodução Canva

Em seguida, basta procurar um CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) no município e levar, além dos próprios documentos, um comprovante de residência. Além do mais, é necessário levar um documento de identificação de cada um dos membros da família.

São aceitos, por exemplo, CPFs, Títulos de Eleitor, Carteiras de identidade, Certidões de Nascimento e Carteiras de Trabalho. No caso das populações indígenas e imigrantes, são aceitos documentos específicos conforme o órgão regulador.

Após realizado o cadastro no CadÚnico, é preciso mantê-lo sempre atualizado. Portanto, sempre que houver alterações na família, como mudança de endereço ou nascimento de um filho, deve-se fazer a atualização.

O processo é o mesmo, bastando que o membro da família responsável se dirija ao CRAS e solicitar a alteração. Desse modo, é importante levar consigo documentação que comprove a alteração a ser feita no CadÚnico.

Quais os programas sociais utilizam esse cadastro?

Após efetuar seu registro no CadÚnico, a família pode fazer parte de vários programas do Governo Federal, como Auxílio Brasil, Carteira do Idoso, Brasil Carinhoso, Programa Minha casa, Minha Vida, Vale-Gás, entre outros.

Por fim, cabe lembrar que os Estados e Municípios também disponibilizam outros programas e benefícios para a população a partir do CadÚnico. Portanto, é muito importante que os dados estejam sempre atualizados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais