Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Ações Petrobrás pagam US$ 17 bilhões em dividendos; entenda valor por ação

Anúncio feito pela Estatal brasileira surpreendeu analistas do Mercado Financeiro

São José do Rio Preto, 4 de agosto de 2022, por Sérgio Carrieri – Ações Petrobrás (PETR3; PETR4) vão distribuir um total de R$ 87,8 bilhões em dividendos. De acordo com a companhia, esse valor é referente ao faturamento recorde do segundo trimestre. Somente o governo federal, como um dos maiores acionistas, vai receber R$ 32,1 bilhões.

Dessa forma, o Diário Superpix vem trazer mais detalhes dessa notícia, que movimentou o mercado financeiro essa semana. E quem mais vai dividir essa bolada é o BNDES e BNDESPar, também acionistas da gigante petrolífera nacional.

Ações Petrobrás pagam US$ 17 bilhões em dividendos; entenda valor por ação - Pixabay
Ações Petrobrás pagam US$ 17 bilhões em dividendos; entenda valor por ação – Pixabay

A princípio, o valor é praticamente o dobro do que foi repassado a União referente ao faturamento do primeiro trimestre. Sobretudo quando falamos da vultosa quantia de R$ 17,7 bilhões que o governo recebeu. Esse valor surpreendeu muitos analistas experientes do mercado financeiro.

Mesmo com a companhia insistindo que a aprovação desse dividendo, esteja em linha com a sua sustentabilidade financeira. Além disso, reiteram o compromisso de geração de valor para os acionistas e a sociedade. Diante disso, o conselho da empresa aprovou dividendos no valor de R$ 6,732003 por ação.

Governou influenciou para antecipação dos dividendos das ações Petrobrás?

Conforme artigo publicado no último dia 28 no Portal Infomoney, a expectativa gerada era grande antes da divulgação do balanço. Porém, existe certa ressalva sobre o pedido do governo em antecipar o pagamento de dividendos das estatais á União. O que permitiu até a especulação de possível pedalada fiscal.

Ainda, de acordo com o Secretário do Tesouro Nacional, Paulo do Valle, o governo demostrou preocupação as reações negativas. Para o secretário, o processo todo foi mal interpretado e não vai retirar recursos que o Executivo receberia em 2023. A primeira parcela será paga até o dia 31 desse mês, e a segunda até o dia 20 de setembro.

Distribuição do resultado surpreendeu as casas de análise

Do mesmo modo, o mercado reagiu com surpresa ao anúncio da Petrobrás sobre o montante do valor a ser distribuído aos acionistas. O Credit Suisse afirmou em nota que o valor superava as suas expectativas. Já para o Itaú BBA, a projeção era de R$ 4,40 por ação, ou seja, bem abaixo dos R$ 6,70 anunciados pela empresa.

Por sua vez, o Morgan Stanley indicou que o valor veio muito acima de suas projeções, que era de R$ 4,50 por ação. Ao mesmo tempo, ratificou a confiança na capacidade da empresa em geração de caixa. Destacou ainda que o banco indica posição neutra para os papéis da estatal brasileira.

O banco de investimentos entende que a distribuição dos altos dividendos e redução no preço dos combustíveis, são suficientes para reduzirem o ruído político. Enfim, é aguardar os próximos pregões para avaliar melhor como a Petrobrás estará na visão dos investidores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais