Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Após redução do ICMS, preço dos combustíveis despenca em Goiás e anima motoristas

A queda nos preços trouxe alívio para os condutores

Goiânia, 08 de julho de 2022, por Mário Lobo – No dia 27 de junho, o Governador de Goiás, Ronaldo Caiado, anunciou a redução do ICMS sobre os combustíveis no estado. Tal atitude veio para adequação à nova legislação nacional que limita os valores do imposto. Embora os governadores e prefeitos tenham lutado contra, venceu a tese do Presidente Bolsonaro de que essa era a saída para a redução no preço dos combustíveis. E, ao menos momentaneamente, vemos que a teoria não estava errada.

Os combustíveis em Goiás estavam atingindo níveis insuportáveis. Assim como em todo o Brasil, os motoristas goianos estavam sufocados com os altos preços dos combustíveis. Há muitos meses estava acontecendo sucessivos aumentos e o sofrimento era visível em quem dependia de usar o veículo automotor para trabalhar. E esse quadro mudou drasticamente somente agora, depois da redução do ICMS. Saiba detalhes aqui no Diário Sp.

De que maneira a redução do ICMS impactou os preços dos combustíveis em Goiás

O imposto dos combustíveis em Goiás seguia esse padrão: 30% sobre a gasolina, 25% sobre o etanol e 16% sobre o diesel. Após a redução do ICMS, esses valores caíram para 17% sobre a gasolina e o etanol e 14% sobre o diesel. Ou seja, sobre a gasolina e o etanol a queda foi considerável. O diesel, no entanto, teve um pequeno percentual de redução.

Mas, em uma visão geral, percebemos que os preços caíram bastante. Isso se deve sobretudo à diminuição dos valores nas refinarias. Com a redução do ICMS, esses valores tiveram as seguintes reduções:

  • Gasolina – de R$1,96 para R$1,11;
  • Etanol – de R$1,19 para R$0,81;
  • Diesel – de R$0,80 para R$0,66.
Após redução do ICMS preço dos combustíveis despenca em Goiás e anima motoristas - Imagem do Canva
Após redução do ICMS preço dos combustíveis despenca em Goiás e anima motoristas – Imagem do Canva

Na prática, a redução no preço da gasolina foi o maior. O litro, que no posto já estava perto dos R$ 8,00, hoje já pode ser encontrado por menos de R$ 6,00. O etanol vem logo em seguida. Os valores giravam em torno de R$ 5,50, e hoje já é encontrado por aproximadamente R$ 4,00. O diesel também teve alguma redução, mas nada tão considerável, porque a redução do ICMS sobre ele foi insignificante.

Como ficarão os preços dos combustíveis de agora em diante

Essa é uma questão que ainda não é passiva entre os analistas do mercado. Alguns acreditam que os preços ficarão estabilizados e que as variações serão poucas. Mas, há aqueles que consideram que as reduções sejam passageiras e que novos reajustes da Petrobrás vão impactar o preço da gasolina e do diesel. Da mesma maneira, acreditam que fatores externos possam pressionar o preço do etanol e fazê-lo subir.

Essa é uma equação que dificilmente terá um ponto de convergência nesse momento, pois, trata-se de algo que depende de diversos fatores. Mas, no momento, os motoristas de Goiás estão felizes com a queda nos preços e veem que a redução do ICMS foi responsável por isso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais