Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Eleições: candidaturas podem ser oficializadas a partir desta quarta (20)

Ciro Gomes (PDT) é o primeiro a oficializar o nome na disputa

São José dos Campos, 20 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho –  A partir desta quarta-feira (20), os postulantes aos cargos na disputa eleitoral de 2022 poderão dar o pontapé inicial na corrida presidencial. Isso também vale para governador, senador e deputados estaduais e federais.

Isso porque, a partir desta data, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já permite que os políticos oficializem suas candidaturas. Então, acontecerá durante as convenções partidárias previstas em lei. Até então, todo mundo era apenas pré-candidato.

No entanto, nem todos vão fazer esse anúncio ainda nesta quarta. Por exemplo, entre os presidenciáveis, apenas Ciro Gomes (PDT) oficializará a candidatura neste dia. Aliás, esta é a quarta vez que o ex-governador do Ceará, nascido em Pindamonhangaba-SP, disputa a presidência. E o Diario Sp fala um pouco mais sobre o assunto.

Outros candidatos a presidente

Já na quinta-feira (21), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) oficializará a candidatura ao cargo máximo no cenário político brasileiro. Na oportunidade, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, agora no PSB, será o seu vice.

Por sua vez, o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que busca a reeleição, só anunciará sua candidatura de forma oficial no domingo dia 24. Na oportunidade, realizará um evento no Rio de Janeiro, onde tem sua base política.

Ainda com relação às datas, os postulantes devem nomear os candidatos até o dia 5 de agosto e fazer o registro até o dia 15. Enquanto isso, o TSE julgará possíveis irregularidades até o dia 12 de setembro.

Eleições: candidaturas podem ser oficializadas a partir desta quarta (20). Foto: Canva
Eleições: candidaturas podem ser oficializadas a partir desta quarta (20). Foto: Canva

 

Ainda neste período inicial, quando todos os candidatos foram oficializados, também ficará definido o tempo de participação de cada um no horário eleitoral gratuito. Isso tanto para rádio quanto para televisão.

Regras para as eleições

Agora, já a partir desde dia 20, os candidatos que oficializarem os nomes na disputa, terão alguns direitos. Por exemplo, eles poderão exigir direito de resposta de outro candidato, caso haja um caso de ofensa. E o TSE definirá se vale ou não.

Outra questão importante para 2022, especificamente para os candidatos à presidente, é o apoio oficial da Polícia Federal.

Agora, cada candidato terá o direito a um carro blindado e acompanhamento de policiais quando forem a algum evento oficial. Ou seja, que seja voltado para a campanha eleitoral.

Caso não queira, o candidato terá que assinar um termo se responsabilizando caso sofra algum tipo de ataque.

Desde o assassinato de um militante do PT em Foz do Iguaçu, no início de julho, por um apoiador de Bolsonaro, a tensão cresceu. Com isso, ficou determinado que a Polícia Federal poderá atuar para evitar atentados e ameaças à integridade física dos candidatos ao cargo de presidente da República em 2022.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais