Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Entenda o que muda no cenário político do Distrito Federal com a reviravolta de Arruda na justiça

Presidente do STJ suspendeu os efeitos das condenações e tornou o ex-Governador elegível novamente

Goiânia, 07 de julho de 2022, por Mário Lobo – O Distrito Federal tem um cenário político muito movimentado. Por natureza a capital do Brasil respira política. Por isso vê uma intensa disputa de poder a cada 4 anos, nas eleições. Mas o pleito desse ano terá um toque mais apimentado que ninguém esperava que pudesse acontecer. Trata-se da volta do ex-Governador José Roberto Arruda à disputa. Esse é um elemento surpresa que agitou a política do Distrito Federal.

Já chegando o período das convenções partidárias os pré-candidatos já estavam se acomodando em suas bases e fazendo as alianças para o pleito. No entanto o Presidente do STJ sacudiu a política local. Em uma decisão na noite de ontem ele suspendeu os efeitos das condenações de Arruda. E com isso lhe devolver os direitos políticos. Ou seja, o ex-Governador está apto para disputar as eleições no Distrito Federal. Saiba mais aqui no Diário SP.

Arruda estava impedido de concorrer nas eleições desde o escândalo da Operação Caixa de Pandora

Em 2006 José Roberto Arruda foi eleito Governador do Distrito Federal. Ele tomou posse em 2007 e se manteve firme no governo até 2009. Ele era, inclusive, franco favorito à reeleição. Mas o que parecia um céu de brigadeiro de repente se transformou numa grande dor de cabeça. Um antigo aliado (Durval Barbosa) decidiu delatar um esquema de corrupção chefiado por Arruda e fez a Polícia Federal deflagrar a Operação Caixa de Pandora.

Entenda o que muda no cenário político do Distrito Federal com a reviravolta de Arruda na justiça - Imagem do Facebook de José Roberto Arruda
Entenda o que muda no cenário político do Distrito Federal com a reviravolta de Arruda na justiça – Imagem do Facebook de José Roberto Arruda

Diante das acusações e evidências encontradas, Arruda foi aos poucos se enfraquecendo e perdendo a governabilidade. Foi então que, em 2010, veio a inevitável renúncia ao cargo. Mas isso não foi suficiente para impedir os inúmeros processos e as condenações. Dessa maneira o ex-Governador ficou inelegível e viu 3 eleições passarem sem que pudesse se candidatar.

Agora, à luz da nova Lei de Improbidade Administrativa, o Presidente do STJ atendeu a uma solicitação da defesa de Arruda. Enfim o ex-Governador obteve uma vitória nesse processo e conseguiu recuperar (ao menos momentaneamente) o direito de ser candidato.

A influência dessa reviravolta no cenário político do Distrito Federal

Como ninguém esperava que Arruda obtivesse essa vitória, todas as negociações estavam sendo feitas em torno de outros nomes. Mas agora as coisas mudaram. E provavelmente quem vai sentir mais é o atual Governador, Ibaneis Rocha. Ele dava como certa uma aliança com o grupo de Arruda. Porém isso não vai se concretizar se os planos do ex-Governador também for disputar o Governo. Nesse caso o embate seria direto, já que Ibaneis será candidato à reeleição.

Nos meios políticos há fortes rumores de que Arruda não lançará seu nome ao Governo. Mas se não for isso, restará para ele a Câmara Federal, já que sua esposa tem o nome consolidado como candidata ao Senado. Sendo assim a composição com Ibaneis poderia acontecer naturalmente. As cartas estão na mesa. Agora resta saber quais rumos as coisas vão tomar. Em breve saberemos, pois as eleições já estão batendo na porta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais