Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Homem é preso suspeito de fazer “parto ilegal” em esposa no MT e jogar feto no lixo

Médica de plantão e responsável pela mulher perguntou ao rapaz onde o casal havia colocado o feto

Nova Mutum, 06 de Julho de 2022, por Vitoria MaximoO homem que contêm de 51 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na última terça-feira, em Lucas do Rio Verde. Em suma, a mulher de 42 anos, está internada em estado grave no hospital do município.

De antemão, foi averiguado que a direção do hospital entrou em contato com a Polícia após a mulher dar entrada no hospital em estado grave. Surpreendentemente, a noticia era de que uma mulher aparentemente tinha sofrido um aborto provocado e junto dela estava seu marido. Para mais matérias de entretenimento, você encontra Diário Supremo.

Médica confirma tentativa de aborto

Inesperadamente, a equipe do hospital prestou atendimento e constatou que o mulher teria sido vitima de um aborto decorrente de 26 semanas de gestação. Ainda segundo relatos da Polícia Civil, o cordão umbilical do feto tinha sido cortado e após isso a mulher começou a ter fortes dores.

Feto (Reprodução Pixabay)
Feto (Reprodução Pixabay)

 

Desse modo, a médica de plantão e responsável pela mulher perguntou ao rapaz onde o casal havia colocado o feto, e ele respondeu a doutora que jogado o bebê no lixo. Eventualmente, a doutora pediu para que o marido da paciente fosse até o local e resgatasse aquele bebê que teria sido abortado. 

Portanto, o homem voltou ao local pegou o bebê e entrou ele no hospital aos responsáveis, sua esposa já estava internada em estado grave por conta das complicações.

Hospital toma medidas após chegada do bebê

Conforme suspeita, a direção da unidade de saúde acionou imediatamente o Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher da cidade de Lucas do Rio Verde-MT. Foi então que, no hospital, as investigadoras do caso suspeitaram do marido e o direcionou a ir até a delegacia.

Médicos em hospital (Reprodução Pixabay)
Médicos em hospital (Reprodução Pixabay)

Dessa maneira, a mulher que deu entrada no hospital às pressas, não pôde ser ouvida pelas investigadoras diante o estado grave em que se encontra. Em resumo, a mulher passou por cirurgia para conter a hemorragia decorrente do aborto. 

Por fim, o suspeito “Marido” negou em depoimento que teria realizado o aborto, foi então autuado em flagrante pelo crime de aborto qualificado. Em conclusão, será apresentado em audiência de custódia da Justiça, hoje segundo informações policiais. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais