Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Ibaneis Rocha se adianta, anuncia chapa no DF e provoca racha na própria base aliada

Governador tomou atitude frente ao cenário que se desenha, mas pode ter se precipitado

Goiânia, 14 de julho de 2022, por Mário Lobo – O Governador do DF, Ibaneis Rocha, não quis esperar mais nada e decidiu anunciar a formação de sua chapa para as eleições 2022. A formação está completa, com as vagas para Governador, Vice e senador já definidas. Ele (claro) é o cabeça de chapa. Para sua vice, ele escolheu a Deputada Federal Celina Leão (PP). E para a vaga ao Senado, a ex-Ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos). Portanto, na sua chapa ficaram contemplados os partidos MDB, PP e Republicanos.

A sinalização foi muito clara e só não vê quem não quer. Ibaneis Rocha cortou Arruda e seu grupo dos seus planos. É algo que vinha se desenhando há algum tempo, sobretudo depois que o STJ restituiu os direitos políticos do ex-Governador. Diante disso Ibaneis deixou de vê-lo como um aliado para enxergá-lo como uma ameaça. E não está de todo errado, pois, Arruda de fato é um político experiente e ousado, podendo se tornar um problema para o atual mandatário. Mas, pode ser que a sua estratégia não tenha sido a melhor. Veja nossa análise aqui no Diário Sp.

O que reflete a composição da chapa

Ao compor a sua chapa Ibaneis Rocha escolheu os partidos que julga ter maior representatividade no seu governo. É isso o que acontece, pois, a chapa majoritária é a alma das eleições e do possível governo. Ali se alocam os políticos mais expressivos daquele projeto. E o que o Governador fez foi dar a clara demonstração de que está fechado com PP e Republicanos em seu projeto de reeleição.

Ibaneis Rocha se adianta, anuncia chapa no DF e provoca racha na própria base aliada - Imagem do Facebook de Ibaneis Rocha
Ibaneis Rocha se adianta, anuncia chapa no DF e provoca racha na própria base aliada – Imagem do Facebook de Ibaneis Rocha

No caso dos Republicanos, vemos claramente que se trata de um aceno ao eleitorado bolsonarista, pois Damares é uma das pupilas do Governo Federal. No entanto, esse ato pode não ser tão representativo, já que o próprio Presidente Bolsonaro se mostra entusiasmado com a possível volta de Arruda à disputa eleitoral. Nesse sentido, provavelmente Ibaneis Rocha poderia ter dialogado um pouco mais.

Alianças políticas de Ibaneis Rocha

O Governador Ibaneis Rocha possui uma base aliada forte no DF. Ao menos possuía, pois, os preparativos para as eleições estão colocando tudo isso em xeque. Isso porque a volta de Arruda ao jogo eleitoral acendeu a luz de alerta no Governador. E este, para se proteger, decidiu se adiantar e formar sua chapa. Não se trata de algo errado ou ilegal, posto que esse é o caminho natural das coisas. Entretanto, o passo pode ter sido errado. Talvez o caminho a ser seguido pudesse ter sido outro, se as circunstâncias assim o permitissem.

O grupo político de sustentação a Ibaneis Rocha não tem apenas ele como liderança. Existem diversos outros que possuem grande representatividade política dentro desse grupo e o ex-Governador Arruda é um deles. Trata-se de uma figura que não pode simplesmente ser ignorada. O embate de ideias faz parte, bem como as decisões acerca do futuro. Não cabe a uma cabeça apenas pensar e resolver os próximos passos. Esse pode ter sido o erro do Governador, que agora deixou as portas abertas para uma debandada de parte significativa da sua base aliada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais