Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Pix tem 130 milhões de usuários no país, em São Paulo, 61% são adeptos; diz Datafolha

Pesquisa foi divulgada neste domingo

São José dos Campos, 10 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O Pix, uma modalidade de pagamento instantânea que surgiu em 2020, já registra cerca de 130 milhões de adeptos no Brasil. No entanto, no estado de São Paulo, apenas 61% das pessoas costuma usar o recurso para fazer ou receber pagamentos.

Isso é o que mostra uma pesquisa divulgada neste domingo (10), pelo instituto Datafolha. Então, 39% dos paulistas não costuma utilizar esse recurso, tanto por celulares quanto por computadores. E o Diario Sp falará um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, com o aumento dos assaltos e o surgimento das ‘quadrilhas do Pix’, muita gente teme a falta de segurança e também o risco de ter suas contas zeradas por criminosos. No entanto, os bancos vêm se aprimorando para minimizar riscos.

Além disso, já há casos confirmados de gente que sofreu assalto, teve o dinheiro retirado da conta, mas depois o banco ressarciu. Segundo dados divulgados pelo próprio Banco Central, durante março, o número de valores transacionados foi expressivo. Desse modo, passou de R$ 1,6 bi no período. Inclusive, o recurso ganhou popularidade por ser gratuito e instantâneo, facilitando os negócios, mas também aumentando alguns riscos.

Mais uso do Pix entre os estudados

Ainda na pesquisa divulgada pelo Datafolha, 79% das pessoas com ensino superior responderam que utilizam o Pix como forma de pagamento. Em seguida, entre os que têm apenas ensino médio, esse número cai para 68%. Por fim, entre os que concluíram o ensino fundamental, apenas 30% responderam utilizar a nova modalidade de pagamento e recebimento de valores.

Segundo o Datafolha, a pesquisa aconteceu em três dias, entre 28 e 30 de junho. Na oportunidade, colheu informações em 61 municípios diferentes e consultou um total de 1.806 pessoas. No entanto, apenas gente com idade acima de 16 anos. Outro dado importante é a margem de erro, que é de 2 pontos percentuais, tanto para mais quanto para menos.

Pix tem 130 milhões de usuários no país; em São Paulo, 61% são adeptos, diz Datafolha. Foto: Canva
Pix tem 130 milhões de usuários no país; em São Paulo, 61% são adeptos, diz Datafolha. Foto: Canva

Mais popular entre os mais ricos

O Pix é um recurso que os mais estudados usam mais do que os menos estudados. No entanto, quem tem mais dinheiro, consequentemente também utiliza mais esse recurso. Assim, entre paulistas que ganham até dois salários mínimos, apenas 51% já aderiu ao Pix.

Por sua vez, aqueles que recebem uma faixa que vai de dois salários mínimos até cinco mínimos, esse número também aumenta para 69%. Além disso, sob ainda mais e chega a 84% quando as pessoas ganham de 5 a 10 salários mínimos. Por fim, cai para 76% a quem ganha acima desses valores.

Em suma, a pesquisa do Datafolha, divulgada neste final de semana, mostra também a diferença social entre as pessoas mais abastadas e as menos favorecidas no estado. No entanto, também é o que reflete no restante do país.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais