Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

PM agride torcedor em Goiânia e corporação promete apuração rigorosa dos fatos

Fato aconteceu em um terminal do transporte coletivo em dia de jogo do Goiás

Goiânia, 11 de julho de 2022, por Mário Lobo – A Polícia Militar de Goiás se viu em uma situação delicada nesse último fim de semana. Um de seus agentes, um policial não identificado, agrediu um torcedor do Goiás no terminal do transporte coletivo. A ação se deu devido ao jogo do time pelo Campeonato Brasileiro que aconteceu em Goiânia. A polícia organizou uma operação para coibir atos de violência, vandalismo e arruaça, como costumeiramente acontece em dias de jogos. Mas, infelizmente, aconteceu esse ato de excesso que está provocando fortes reações da sociedade.

A revolta manifestada pelas pessoas contra a Polícia Militar de Goiás se dá porque a abordagem foi de fato muito agressiva. O jovem abordado pelo policial tem a cabeça batida no vidro traseiro da viatura, que chega a quebrar com o impacto. No mesmo local e momento, houve também outro torcedor que sofreu agressão. Esse segundo com menor repercussão, mas também grave: um policial chuta o rapaz sem nenhum motivo aparente para fazê-lo. A truculência aparentemente estava no roteiro dos agentes que estavam abordando os torcedores. Saiba mais aqui no Diário Sp.

A Polícia Militar de Goiás se referiu ao fato como possíveis excessos cometidos na abordagem

Ao se pronunciar sobre o assunto, a Polícia Militar de Goiás preferiu ser conservadora. Disse que via possíveis excessos que precisam ser investigados, mas não foi além disso. Na verdade, esse é um procedimento cauteloso, pois a corporação só pode falar sobre excesso de fato após a comprovação da mesma. Isso é algo que as pessoas têm dificuldade para compreender, mas mesmo com os indícios contra, somente após um processo investigatório é que pode ser imputada culpa a alguém. A falta de responsabilidade com isso pode levar o superior hierárquico a cometer um crime.

PM agride torcedor em Goiânia e corporação promete apuração rigorosa dos fatos - Imagem do Canva
PM agride torcedor em Goiânia e corporação promete apuração rigorosa dos fatos – Imagem do Canva

Sendo assim, o posicionamento da Polícia Militar foi o esperado. O que é preciso nesse momento é fiscalizar esse processo. A promessa da corporação é de uma apuração rigorosa. Pois, conforme diz a própria nota emitida pela polícia, a corporação não compactua com desvios de conduta. Sendo realmente verdadeira essa colocação, inevitavelmente os fatos serão apurados e punidos, caso sejam identificados os desvios citados.

A sociedade espera que as autoridades lhes deem segurança e sensação de tranquilidade

É importante falar sobre o sentimento da sociedade em relação a casos como esse. As pessoas se manifestam com indignação porque sentem que não estão seguras. De fato tem razão de não se sentirem. Afinal, quando a agressão parte de quem deveria oferecer segurança, o sentimento é de insegurança. Então, o que as pessoas precisam é que as autoridades sejam capazes de lhes fazer sentir paz e tranquilidade.

Portanto, todo o barulho feito pela imprensa e as manifestações nas redes sociais não devem ser entendidas como críticas à Polícia Militar. As pessoas gritam pedindo que o Estado lhes dê aquilo que é o seu direito, que é a segurança e a possibilidade de ter respeitados os seus direitos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais