Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Polícia Civil prende 7 na ‘Operação Oblivion -241b’, contra crimes virtuais

Mais de 20 computadores foram apreendidos com fotos íntimas de crianças e adolescentes

São José dos Campos, 15 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A Polícia Civil de São Paulo cumpriu 20 mandados de apreensão e busca durante toda essa sexta-feira (15) em cidades da Grande São Paulo. Isso por conta da chamada ‘Operação Obvilon -241b’, onde o principal objetivo é combater a pornografia infantil na região.

Desta maneira, a ação dos policiais começou ainda por volta das 4h da manhã em oito cidades, sete da Grande São Paulo e uma do interior. No caso, Itu, que teve dois alvos.

Segundo a Polícia Civil, foram outros quatro mandados em Itapevi, cinco em Barueri, dois em Osasco, dois em Santana do Parnaíba e dois em Taboão da Serra. Além disso, foram mais um em Carapicuíba, outro em Jandira e, por fim, em Embu das Artes. E o Diario Sp falará um pouco sobre o assunto.

Polícia executa prisões

Ao menos até o início da tarde, a polícia prendeu sete pessoas acusadas de pornografia infantil. No caso, eles guardavam conteúdo de origem pornográfica. No total, 20 computadores foram apreendidos na ação.

Neste caso, a delegacia Seccional de Carapicuíba ficou responsável pelo caso. Assim, a delegada Priscila Camargo Campos Gonçalves está à frente do trabalho. Inclusive, ela também é titular na Delegacia de Defesa da Mulher na vizinha Barueri. Inclusive, o maior número de apreensões aconteceu justamente por lá.

Agora, essas pessoas que foram presas durante a ação da Polícia Civil vão ficar à disposição da Justiça e deverão seguir presas. Pela lei brasileira, divulgar, produzir e até mesmo armazenar conteúdo pornográfico com menores de idade é crime. Mesmo que, eventualmente, os menores possam ter consentido na divulgação.

Até porque, na maioria dos casos, se tratam de jovens de famílias carentes, em vulnerabilidade social. Muitas vezes, aceitam fazer fotos e vídeos em troca de um dinheiro ou até mesmo de comida. No entanto, no caso específico da Grande São Paulo, a polícia ainda está investigando a origem desse material. E o número de presos pode aumentar ainda mais.

Operação Obvilon -241b
Polícia Civil prende 7 na ‘Operação Obvilon -241b’, contra crimes virtuais. Foto: Canva

Fechando o cerco

Assim, o fato é que a polícia e a Justiça brasileira estão tentando fechar o cerco contra esses grupos nos últimos anos. Inclusive, em junho, o Ministério da Justiça já coordenou a operação ‘Luz na Infância’. Na oportunidade, prendeu 66 pessoas, inclusive 26 delas no estado de São Paulo. E teve até mesmo prisão de pessoas em outros sete países durante a atuação.

Naquele momento, a Justiça emitiu 163 mandados de prisão, incluindo também casos fora do país. Mas nem todos foram presos e muito continuam foragidos da Justiça. Por fim, uma das maneiras de buscar crimes de pornografia infantil é através do rastreamento da chamada ‘deep web’, onde os criminosos virtuais costumam agir com mais facilidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais