Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Portabilidade de salário facilita nova modalidade de golpe; saiba mais

Nova Mutum, 06 de julho de 2022, por Camila Vicente – Nesta quarta-feira, iremos falar sobre o golpe da portabilidade do salário. Ademais, essa nova modalidade faz com que o pagamento desapareça da conta das vítimas.

A saber, a portabilidade permite que você escolha em qual banco receber seu salário de todo mês. Assim, a conta salario tem uma única finalidade, e não oferece muitos serviços gratuitos. Por fim, cabe salientar que esse é o principal motivo para que alguém solicite a portabilidade para outra conta. Fique por dentro de outras notícias aqui no DiarioSp.

No entanto, o assunto que nos traz aqui refere-se a sequência de golpes que muitas pessoas estão sofrendo ultimamente. Outrossim, o (ISP) Instituto de Segurança Pública, afirma que um a cada seis registros de ocorrência, tratam-se de estelionatos.

Ademais, são ao todo, 51.513 registros de golpes denunciados à policia. Assim, alguns envolvem múltiplas vítimas, agregando um índice de 01 fraude a cada quatro minutos.

Em tese, criminosos utilizam documentos falsos, com os dados das vítimas. Assim, eles abrem uma conta em outro banco (na grande maioria das vezes em bancos digitais). Portanto, nessa conta digital, o meliante solicita a portabilidade que pode ser feita no próprio app do banco.

O principal fato a ser demonstrado é que a portabilidade não consta para o banco a entrada e saída do dinheiro. O dinheiro vai direto para nova conta sem deixar rastros.

Em conclusão, nota-se como é impressionante a facilidade que os bancos proporcionam quando o assunto é criar uma nova conta. Isso apenas com identidade e o CPF.

Portabilidade

A saber, é possível fazer a portabilidade desde o ano de 2018. Antes deste prazo, só era permitido por meio do empregador. Assim, despois deste período, toda a solicitação pode ser feita por aplicativo, e essa facilidade permite que seja aberta uma nova conta. Por fim, esses dados sempre são dados vazados ou dados furtados.

A responsabilidade pelo vazamento destas informações é de quem?

Outrossim, ambos os bancos devem arcar com o ônus da responsabilidade. Em mesmo sentido, um arca por ter permitido a abertura da conta falsa e o outro arca com a permissão para a portabilidade sem a efetiva permissão do verdadeiro titular da conta.

Cabe salientar, que a grande maioria dos banco não fazem uma conferência com relação aos dados para abertura de contas digitais. Devendo desta forma buscar meios de aprimorar as ferramentas de controle e de proteção contra fraudes. Essa é uma forma de garantir a proteção do consumidor e dos seus dados.

A realidade no mundo atual, é a migração no físico para o virtual. desta forma é importante deixar um alerta para que as pessoas entendam que é real a facilidade que este meio demonstra, mas também, em contrapartida gera risco e insegurança quando o assunto é a relação entre os sus dados pessoais e as grandes empresas.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais