Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Renan, do Bragantino, aceita repassar valor da fiança para viúva da vítima

Agora, depende apenas da Justiça autorizar o repasse para a família

São José dos Campos, 28 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O zagueiro Renan, do Red Bull Bragantino, deverá repassar o valor da fiança para a família da vítima que ele atropelou. Isso porque, na semana passada, ele dirigia seu carro em Bragança Paulista, atravessou a pista e matou um motociclista.

Com sinais de embriaguez, Renan se recusou duas vezes a fazer o teste do bafômetro. Assim, o jogador de 20 anos ficou preso em Piracaia-SP. Contudo, foi solto sob a promessa de pagar R$ 242,4 mil em até 72 horas depois do acidente.

Agora, o MP (Ministério Público) pediu para que o valor seja totalmente repassado para a família da vítima, desde que tenha anuência do atleta. Então, o jogador aceitou, e agora depende de uma sinalização da Justiça para a operação. E o Diario Sp falará um pouco mais sobre o assunto.

Valor é três vezes o salário de Renan

Além disso, o valor da fiança que o jogador pagou no final de semana equivale a três vezes o salário dele no time do Bragantino. A equipe disputa a Série A do Campeonato Brasileiro em 2022.

Mas, no acidente, ele matou o motociclista Eliezer Pena, que tinha 38 anos. Além disso, ele deixou a esposa e duas filhas pequenas desamparadas. De acordo com a legislação, o valor da fiança fica em juízo até o final do inquérito e julgamento de um caso.

No entanto, como a viúva da vítima poderia passar dificuldades financeiras, a Promotoria que cuida do caso pediu o repasse do valor. Agora, depende da juíza que cuida do assunto para saber se irá ou não aceitar.

Jogador foi ameaçado de morte

Após o acidente, o jogador disse que passou a receber ameaças de mortes no condomínio onde mora em Bragança Paulista. Por isso, sua defesa pediu para que ele pudesse sair da cidade. Afinal de contas, por conta do processo, Renan não poderia mudar de endereço.

Renan, do Bragantino, aceita repassar valor da fiança para viúva da vítima. Foto: Facebook
Renan, do Bragantino, aceita repassar valor da fiança para viúva da vítima. Foto: Facebook

 

Depois de se recusar a fazer o teste de bafômetro, o jogador do Bragantino fez exame de sangue, quatro horas após o acidente. Mas, naquele momento, já não constava mais a presença de álcool no sangue.

Caso seja condenado, poderá ser culpado por homicídio doloso, quando se tem a intenção de matar. Logo, poderá pegar até 20 anos de cadeia, pela legislação brasileira.

Embora atue pelo Bragantino, o atleta está apenas emprestado até o final do ano ao clube de Bragança Paulista. Isso porque os direitos federativos dele pertence ao Palmeiras até 2025.

Contudo, tanto o Braga quanto o Verdão já sinalizaram que devem rescindir o contrato com Renan. Com isso, o atleta vai ficar sem clube durante o restante da temporada. Renan tem 20 anos e se formou nas categorias de base do Palmeiras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais