Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

São Paulo lidera a fila de espera de famílias para receber Auxílio Brasil, diz CNM

Dados foram divulgados nesta quarta-feira pela confederação de municípios

São José dos Campos, 13 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O estado de São Paulo tem 429.484 famílias na fila de espera para serem contempladas com o Auxílio Brasil. Assim, são 935.539 pessoas no total, em dados divulgados nesta quarta-feira (13) pelo CNM (Conselho Nacional dos Municípios).

Desta maneira, o estado mais rico do Brasil também é o que tem o maior número de pessoas na expectativa de receber o dinheiro, que equivale a R$ 400 e que vai chegar novamente a R$ 600 com a aprovação da PEC emergencial também nesta quarta.

Ainda de acordo com os dados do Conselho Nacional dos Municípios, o Rio de Janeiro é o segundo estado com mais famílias na fila de espera. Então, são 282.957, em um total de 494.373. E o Diario Sp vai falar um pouco mais sobre o assunto.

Confira os outros estados que estão na espera pelo Auxílio Brasil

Atualmente, Minas Gerais aparece em terceiro lugar na lista, com 219.799 famílias e 466.716 pessoas esperando. O Auxílio Brasil é um programa de transferência de renda do governo federal.

Na prática, substitui o Bolsa Família, que surgiu no governo do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). Agora, com Jair Bolsonaro (PL), ganhou novo nome. Além disso, aproveitou o nome parecido com o que criou no início da pandemia, o Auxílio Brasil.

Agora, considerando o Brasil inteiro, são 2.788.362 famílias, com mais de 5 milhões de pessoas na espera para receber o valor. Esses dados são do Ministério da Cidadania, órgão ligado ao governo federal.

Por exemplo, no início do ano, o governo disse que a fila de espera tinha sido zerada. No entanto, com o aumento do desemprego e da inflação, a quantidade de famílias abaixo da linha da pobreza aumentou.

São Paulo lidera a fila de espera de famílias para receber Auxílio Brasil, diz CNM. Foto: Canva
São Paulo lidera a fila de espera de famílias para receber Auxílio Brasil, diz CNM. Foto: Canva

 

Mas, para entrar para o Auxílio Brasil, primeiramente a família precisa ter o nome no CadÚnico (Cadastro Único) do governo federal. Com isso, o próprio sistema do governo localiza quem tem necessidade de receber.

Demanda reprimida cresce

Ainda segundo os dados da CNM, a demanda reprimida de famílias que precisam do Auxílio Brasil aumentou muito. Em relação a março deste ano, o aumento foi de 113%. Naquela oportunidade, o número de pessoas necessitadas era de 1.307.930 milhões.

Mas, considerando por regiões, o Sudeste lidera a fila de espera para receber o Auxílio Brasil. Neste sentido, são 981.298 famílias, com 2.001.035 milhões de pessoas.

Enquanto isso, o Nordeste vem em segundo lugar, com 963.865 famílias na espera, o que significa 1.643.855 milhões de pessoas.

Na sequência, aparece a região Norte do Brasil, com 388.982 famílias. Assim, isso representa um total de 698.985 pessoas na fila de espera para ter direito e receber a parcela do programa de transferência de renda do governo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais