Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Saúde do DF relata falta de insumos para exames de imagem; Ministério da Saúde confirma escassez do produto

Em nota, Ministério da Saúde orientou o uso racional do insumo

Goiânia, 21 de julho de 2022, por Mário Lobo – A Secretaria de Saúde do DF relatou que está sofrendo com a falta de insumos para realização de exames de imagem. Trata-se do contraste, que é bastante utilizado em toda a rede pública e também na rede privada. Ou seja, devido à alta utilização, é um produto que faz muita falta para o diagnóstico e acompanhamento de diversas enfermidades. Portanto, a secretaria manifestou preocupação e pediu providências ao Ministério da Saúde para resolver a questão.

O contraste é uma substância utilizada para exames de diagnóstico de doenças como tumores, processos inflamatórios, problemas vasculares e muitos outros. É o modelo de exame mais indicado para diagnosticar essas doenças, pois o seu resultado é preciso. Sendo assim, a sua falta representa um enorme perigo para a saúde da população. Por isso a Secretaria de Saúde do DF foi rápida em comunicar a falha ao órgão federal. A ideia é que o ministério regularize a distribuição do insumo e assim resolver o problema. Veja detalhes aqui, no Diário Sp.

Ministério deu uma resposta preocupante à Secretaria de Saúde do DF

O Ministério não demorou a dar uma resposta à Secretaria de Saúde do DF, mas não indicou a resolução do problema. Isso porque a sua indicativa é de que o insumo está em falta em todo o mundo. De acordo com o órgão federal, o contraste está com alta procura e baixa oferta. Ou seja, não está fácil encontrar o produto. E quando o encontra, o valor está bem acima do orçado até então. Portanto, a nota orienta que haja uso racional da substância par evitar a falta. Isso significa utilizar somente nos casos realmente necessários.

Saúde do DF relata falta de insumos para exames de imagem; Ministério da Saúde confirma escassez do produto - Imagem do Canva
Saúde do DF relata falta de insumos para exames de imagem; Ministério da Saúde confirma escassez do produto – Imagem do Canva

O Ministério da Saúde indicou que a falta do insumo é consequência direta da pandemia da COVID-19. Isso porque, segundo a nota, a pandemia provocou a interrupção da cadeia de produção e distribuição. Sendo assim, a saída é utilizar com cuidado o que está disponível para não chegar a um colapso geral. A Secretaria de Saúde do DF já tomou conhecimento da situação e agora provavelmente irá tomar providências para garantir que não falte contraste para os casos mais graves.

Não é somente o DF que sofre com a falta dos insumos

A situação de falta do contraste é um relato não apenas da Secretaria de Saúde do DF. Outros 8 estados também relataram o mesmo fato. São eles: Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo. Todos esses também alertaram o Ministério da Saúde e receberam a mesma orientação.

Diante de tal situação cabe agora às autoridades de saúde locais estabelecer critérios para a utilização do contraste. Essa será a única maneira de garantir o atendimento às pessoas que mais precisam. Que a saúde do DF também se prepare para isso e não deixe a população sem o atendimento necessário.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais