Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Apreensão de cigarros eletrônicos em todo o Brasil: operação “Ruyan”; saiba detalhes

Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal fazem apreensão na capital do estado de Mato Grosso

Nova Mutum, 15 de julho de 2022, por Camila Vicente – Nesta sexta-feira falaremos sobre cigarros eletrônicos. Comentaremos também sobre o perigo que o “vape” traz para a vida dos jovens e o alto índice de apreensões do dispositivo eletrônico.

Ademais, o vape é um aparelho que simula o tabagismo, sendo alimentado por uma bateria. Assim, se baseia na vaporação de suco e líquido, inalando o vapor.

Conforme o Diario Sp apurou, o cigarro eletrônico possui o formato de um cigarro aquecido ou de uma caneta. Além disso, foi posto no mercado como opção para substituir o antigo cigarro.

Apreensões dentro do estado de Mato Grosso

Com o propósito de coibir a venda ilegal dos cigarros eletrônicos, no dia 13 de julho, a PRF e a Receita Federal efetuou apreensão de cerca de 90 volumes de mercadorias proibidas. Assim, toda essa operação ocorreu na Capital do estado.

A respectiva ação se deu, especificamente, no Shopping Popular de Cuiabá, sendo que somente algumas lojas permaneciam com regularização divergente da ANVISA. Ademais, essa quantidade ínfima não impediu que as apreensões chegassem a aproximadamente R$ 2 milhões em mercadorias confiscadas.

Demais casos de apreensão em todo o Brasil

A operação também ocorreu nos estados de Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, entre outros estados.  A saber, os mandados realizados em Minas Gerais somam cerca de seis comércios, alguns da Região Sul e outros da Região central de Belo Horizonte. Desta forma, toda a fiscalização em BH ocorreu no dia 14 de julho, última quinta-feira, e teve por objetivo combater o contrabando. A operação, batizada de “Ruyan”, fiscalizou um total de 103 empresas em todo o país e contou com a presença de 175 servidores do órgão da Receita federal.

Já no Paraná, a Receita Federal apreendeu mais de R$ 700 mil reais em cigarros eletrônicos, sendo 20 os estabelecimentos visitados. Dessa forma, a busca se deu inicialmente em Curitiba. No entanto, outras cidades também foram alvos dos mandados dentro do estado.

Em São Paulo, há relato de diversas operações já realizadas, e mesmo assim, a venda e comercialização é forte dentro do estado. Cabe demonstrar que na última apreensão realizada pela PRF e pela Receita Federal, houve a retenção de 130 mil unidades de cigarros  e 325 mil unidades de essência. Ao todo, há um registro de 290 mil cigarros eletrônicos apreendidos durante a operação “Ruyan”, nome este que significa “quase como um cigarro”.

Famoso Lucas Viana é hospitalizado após o uso do “vape”

Cabe apontar a recente situação que se encontra o vencedor do reality “A Fazenda11”, que precisou ir para o hospital por sentir falta de ar. Em suas redes sociais, ele aponta que sua situação se deu por conta do uso do aparelho e jogou todos que possuía no lixo durante a gravação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais