Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Jair Messias Bolsonaro ataca urnas durante reunião com diplomatas; saiba detalhes

Jair Bolsonaro se envolve em nova polêmica

Nova Mutum, 26 de julho de 2022, por Camila Vicente – Hoje falaremos da acusação feita por Bolsonaro sobre uma possível fraude nas urnas. A saber, Jair Messias havia feito essa mesma alegação em uma live no dia 29 de julho de 2022.

Conforme apurado pelo Diario Sp, pela segunda vez Jair Bolsonaro provoca dúvidas quanto à legalidade e a eficácia das urnas. No entanto, logo após sua declaração, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou a fala do atual presidente. Assim, o TSE ainda apontou que as urnas não possuem conexão com Internet e este fato torna imprópria a possibilidade de hackeamento.

Ataque de Bolsonaro às urnas

Ademais, a live feita no ano anterior foi retirada da rede pelo Google por conter notícias falsas sobre as urnas eletrônicas. Órgãos oficiais competentes pelo sistema eleitoral negaram as alegações feitas pelo presidente, tanto da primeira quanto da segunda vez.

A reunião ocorreu nesta segunda-feira (18) e contou com mais de 40 embaixadores de diferentes países no Palácio da Alvorada. Bolsonaro apresentou provas já desmentidas pelo TSE – Tribunal Superior Eleitoral. Assim, em seu discurso, o presidente defendeu o uso do voto impresso.

Qual a possibilidade de Jair Messias Bolsonaro ser reeleito?

As chances do atual presidente ser reeleito é de 43%. No ano de 2022, a taxa era bem maior, chegando a 88% de chances. Conforme dados do ano de 2021, as chances de Bolsonaro eram só de 13%.

Assim, o estudo deixa evidente o comportamento do presidente, como também os escândalos de seu governo. No mesmo sentido, fatores importantes para o declínio do presidente foram: a pandemia e o Auxílio Brasil.

Referente ao Auxílio, a introdução desse sistema no Brasil trouxe uma enorme chance para 2023. No entanto, sua posterior suspensão acabou por anular suas chances. Durante o pagamento da primeira parcela, o percentual era de 88%. Posterior, houve o declínio.

Polêmicas na família de Bolsonaro

Recentemente, o filho de Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, se envolveu em uma polêmica nas redes sociais. A deputada Federal Tábata Amaral (PSB) publicou em seu Twitter dizeres sobre a convenção do partido que será realizada no Maracanãzinho. Assim, em seu post, ela convidou as pessoas a se inscrever e não comparecer ao evento, como uma forma de protesto contra o atual presidente.

Desta forma, Eduardo Bolsonaro acusou a deputada de contribuir para o boicote no evento que vai oficializar a candidatura de Messias. Aliás, ainda afirmou que entrará com processo contra Tábata no Tribunal de Ética e Disciplina.

Outra polêmica que marca a família do presidente são os gastos no cartão corporativo. Conforme dados, os valores gastos no cartão são de despesas pessoais dele e de familiares. Estes valores atingem R$ 5,8 milhões. No entanto, tais informações passaram a ser sigilosas.

Além do elevado gasto, filhos do presidente moram em mansões no Distrito Federal. Um exemplo é o senador Flávio Bolsonaro, que adquiriu imóvel de luxo com valor superior a R$ 6 milhões.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais