Diário Supremo
O seu site do dia a dia!

Crianças de 3 a 5 anos começam a tomar a Coronavac; estados se organizam para imunização

Segundo a Anvisa, eficácia da vacina é de 55% contra internação

São José dos Campos, 17 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – As crianças de 3 a 5 anos, finalmente, já podem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Isso porque, nesta última semana, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permitiu o uso da Coronavac.

Assim, a vacina chinesa da Sinovac e produzida também pelo Instituto Butantã, de São Paulo, é a nova esperança para as crianças que ainda estavam sem a imunidade contra o vírus. Agora, estados e municípios já começam a se organizar para comprar novas doses e aplicar nos pequenos.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, mas de 670 mil brasileiros já morreram devido à doença. A partir de janeiro de 2021, com o início imunização, os óbitos diminuíram até 90% em alguns lugares. Atualmente, os adultos de até 35 anos já estão tomando a quarta dose do imunizante. E o Diario Sp falará um pouco sobre o assunto.

Início da vacinação

Assim como os adultos, as crianças de 3 a 5 anos vão tomar duas doses no intervalo de 28 dias. Além disso, é comum sentir dor no braço, febre baixa e mal-estar durante ao menos um dia. Mas, duas semanas depois, estarão devidamente imunizadas.

Crianças de 3 a 5 anos começam a tomar a Coronavac; estados se organizam para imunização. Foto: Canva
Crianças de 3 a 5 anos começam a tomar a Coronavac; estados se organizam para imunização. Foto: Canva

 

Em entrevista ao canal de notícias CNN, Gustavo Medes, gerente da Anvisa, disse que a vacina pode reduzir em cerca de 55% o risco de internação para crianças com Covid-19 após a vacinação com a Coronavc.

Ou seja, a criança imunizada com a vacina contra o novo coronavírus terá mais de 50% de chances de não precisar de internação caso contraia a doença. Consequentemente, isso ajuda a não superlotar leitos de hospitais e pronto-socorros, que tiveram muitos problemas no auge da pandemia da Covid-19.

Agora a vacina da Coronavac segue o uso emergencial pediátrico. Mesmo não sendo 100% eficaz, já vai gerar um impacto positivo e diminuir até mesmo a circulação do vírus entre as pessoas.

Atualmente, apenas o estado do Rio de Janeiro começou a imunizar as crianças de 3 a 5 anos. Já os demais devem começar nos próximos dias. Assim, a expectativa é de que se organizarem para o trabalho que já acontece diariamente com as outras faixas etárias.

Leque de vacinas

Atualmente, o Brasil possui diversas vacinas contra a Covid-19. A Coronavac foi a primeira a ser usada pelos gestores públicos. Então, depois começaram a Astrazeneca, Janssen (este de dose única) e Pfizer. A polêmica vacina russa Sputnik 5 não chegou a ser aprovada até agora pela Anvisa.

Por fim, a OMS (Organização Mundial de Saúde) informou recentemente que ainda é necessário cuidado com a doença e que a pandemia do novo coronavírus ainda está longe de acabar no mundo todo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais